Designer Zone - Brasil Designer Zone - Inglaterra 

 siga-nos  Faça parte do nosso Ciclo Google + Curta nossa pagina no Facebook Siga nosso perfil no Twitter Nos adicione no Linkedin 

Os 10 mandamentos de SEO de acordo com o Google

Os 10 mandamentos de SEO de acordo com o Google

google-seoOutro texto retrô que novamente emerge do fundo do baú da história da SEO: Originalmente publicado no fantomNews (na época disponível apenas como um ezine) em 2002. Mas confira você mesmo o quanto realmente mudou desde então. (Dica: não muito – apesar de que hoje em dia o termo “Dança do Google” tenha desaparecido da face da Terra.)
O texto é apresentado sem correções, exceto por alguns erros de digitação. Divirta-se!

Prefácio

 

Tu aceitarás de forma inequívoca e sem hesitação que o Google é Rei, Rainha, Imperador e Mãe de Todos os Mecanismos de Busca. Assim tu deverás se esforçar para tornar o Google feliz e contente e evitar a sua cólera como a peste que É.

. . .

1. Eu sou o Senhor teu Google que vai levar-te ao Céu dos Mecanismos de Busca, se tu apenas Me obedecer inabalavelmente e prestar atenção aos Meus mandamentos, e se, além disso, tu aplaudires até mesmo os mais retardados e triviais de Meus golpes publicitários, tais como Meus Logos Comemorativos ou Minhas imagens do Dias das Mães ou Minhas páginas com conselhos relativos a SEO. Aqueles, porém, que se atrevem a Pensar Por Si Próprios, ou aqueles que Criticarem a Minha vontade divina, ou aqueles que considerarem Meus Logos Comemorativos como sem talento e Meus Golpes Publicitários como insípidos e sem sentido, ou mesmo aqueles a quem Não Amo simplesmente porque isso Me agrada, Eu enviarei para as mais sujas profundezas do eterno Inferno dos Mecanismos de Busca, sem chance de se recuperar de Meu castigo absoluto. Seus sites serão estéreis, esquecidos e sem tráfego até o fim dos tempos. Pois somente Eu definirei as práticas de negócio e requisitos de ética para ti e tua prole. Tu não terás outros mecanismos de busca perante Mim.

2. Tu não farás engenharia reversa no meu algoritmo de classificação ou tentarás inflar o Meu PageRank™ dos sites de teus clientes ou dos teus próprios sites inscrevendo-se em fazendas de links ou em quaisquer outros esquemas de melhoria de popularidade de links, os quais Eu me recuso a definir aqui e agora. Pois eu, o Senhor teu Google sou um Mecanismo de Busca ciumento, que visito a iniqüidade dos sites que estão em sites espelho e em Domínios Sombra™ até a terceira e quarta geração daqueles que me odeiam. E demonstro misericórdia a milhares dos que Me bajulam, e obedecem Meus mandamentos à letra, sem nunca ousarem questionar Minhas segundas intenções.

3. Não tomarás o nome do Senhor teu Google em vão em pensamento, palavra ou ação, para que não entres em conflito com a Minha onipotente política de banição de Meu índice.

4. Observe atentamente os dias da Dança do Google, mantendo-os sagrados e livres de submissões de páginas. Tu confiarás somente nos Meus robôs para encontrar tuas páginas, de acordo com o próprio capricho deles, e nunca questionarás a lógica defectível de meu PageRank™, nem o Meu posicionamento de tuas páginas.

5. Tu não usarás a Minha largura de banda com o emprego de programas de verificação automática de posição, para que eu não interdite o teu IP em Meu índice para sempre. Nem promoverás, discutirás ou mencionarás em público qualquer destes programas ou serviços ou outros softwares desprezíveis aos Meus olhos, nem farás tu qualquer link para eles de forma alguma, ou testemunharás Minha ira sobre ti dia e noite, e designarei para tuas páginas o temível PR0.

6. Tu oferecerás uma “garantia incondicional de devolução de dinheiro” para os teus clientes. Pelo amor de Mim o teu Senhor teu Google, tu não repassarás os custos de desenvolvimento de sites para teus clientes, nem as horas gastas em pesquisa avançada de palavras-chave, nem os recursos destinados a aconselhar os clientes sobre a melhor forma de estilizar e desenhar suas páginas, ou quaisquer outros serviços oferecidos aos clientes pela tua agência de SEO: Certamente tu suportarás o impacto do risco e do trabalho, e tu te alegrarás com isso, mesmo se teus clientes te quebrarem dessa maneira. Pois Eu, o Senhor teu Google, assim determinei em Minha infinita sabedoria e, dessa forma, que assim seja.

7. Tu não escreverás, publicarás ou planejarás, nem mesmo em pensamento, quaisquer artigos positivos sobre ocultação, portas de entrada ou troca de links, nem quaisquer outras práticas abomináveis perante Mim, o Senhor Teu Google, pois em verdade, eu sou um Mecanismo de Busca ciumento.

8. Tu recomendarás animadamente, e no mais brilhante dos termos, teus concorrentes para quaisquer clientes ou clientes em potencial que questionam sobre eles. Se perderes suas contas no processo, não te ofenderás ou te atreverás a amaldiçoar Minhas inocentes orientações éticas. Em vez disso, alegrar-te-á no morno e indistinto bom karma do Google, e isso certamente te agraciará. Ou obtenhas um emprego honesto das nove às cinco em outro lugar, para fazer face às despesas e não deixar que teus filhos pereçam de fome.

9. Tu serás testemunha contra todos os teus concorrentes, espionando, informando e delatando-os sempre que perceberes um suposto spam que cause mágoa ao Meu índice e Meu ego corporativo. E aos Meus lucros. Pois assim tu Me pouparás o trabalho e a despesa de fazer o Meu Próprio trabalho. E se não tomares seriamente em consideração glorificar o Meu nome dessa maneira, vêde, Eu corromperei o teu ranking, e espalharei excremento sobre o teu nome, e castigar-te-ei como antiético, e tua agência de SEO será condenada e desqualificada em Meu ranking por toda a eternidade. Pois em verdade, eu sou um Mecanismo de Busca ciumento.

10. Para que não entres em conflito com a Minha ira, e não tenhas dúvida de que Eu te contei toda a história — como sempre foi Meu próprio livre prazer — tu confiarás em teus instintos e em meros boatos em todos os outros assuntos de SEO. E que a graça estocástica do Senhor teu Google esteja contigo, e possa ela te guiar nestas, por falta de outras regras claras do jogo.
Pois a Minha equipe de suporte online não descansa, exceto quando desafiada a responder a gente como Ti.

Google modifica algoritimo para encontrar site com mais qualidade

Google modifica algoritimo para encontrar site com mais qualidade

 

google-grayO Google fez ontem uma grande mudança em seu algoritmo de busca. Apesar de não dizer especificamente isto, fica claro que os grandes perdedores neste caso são as ‘fazendas de conteúdo’, produtores de conteúdo spam e aqueles que copiam conteúdo alheio. Estes se deram muito bem no Google nos últimos anos. Mas, devido as inúmeras críticas que o Google vinha recebendo ultimamente em relação a qualidade dos resultados de busca, a pressão de novos mecanismos de busca como o Blekko, e outros fatores, chegou agora a hora de fazer alguma coisa.
Leia nossa tradução na íntegra do anúncio postado ontem por Amit Singhal e Matt Cutts no Blog Oficial do Google:
“Nosso objetivo é simples: dar às pessoas as respostas mais relevantes para as suas perguntas o mais rápido possível. Isto requer uma sintonia constante dos nossos algoritmos, à medida que novo conteúdo, bom e ruim, surge online o tempo todo.
Muitas das mudanças que fazemos são tão sutis que pouquíssimas pessoas os notam. Mas nos últimos dias lançamos uma melhoria muito grande em nosso algoritmo de classificação — uma mudança que visivelmente influencia 11,8% de nossas consultas — e queríamos que as pessoas soubessem o que está acontecendo. Esta atualização é destinada a reduzir rankings de sites de baixa qualidade, sites que são de baixo valor agregado para os usuários, cópia de conteúdo de outros sites ou sites que simplesmente não são muito úteis. Ao mesmo tempo, a mudança proporcionará uma melhor classificação para sites de alta qualidade, aqueles com conteúdo original e de informação tais como pesquisas, informações minuciosas, análises cuidadosas, etc.
Nós não podemos fazer uma grande melhoria sem afetar os rankings de muitos sites. Na verdade alguns sites vão subir e outros vão descer. O Google depende do conteúdo de alta qualidade criado por sites maravilhosos ao redor do mundo, e nós temos a responsabilidade de promover um ecossistema saudável na web. Portanto, é importante que sites de alta qualidade sejam recompensados, e isto é exatamente o que essa mudança faz.
É interessante notar que esta atualização não está baseada no feedback que recebemos através da extensão do Chrome ‘Personal Blocklist’, lançada na semana passada. No entanto, nós comparamos os dados desta Lista de Bloqueios que reunimos com os sites identificados pelo nosso algoritmo, e ficamos muito satisfeitos ao constatar que as preferências expressadas por nossos usuários usando a extensão estão bem representados. Se levarmos em conta os doze domínios mais bloqueados a partir da extensão do Chrome, essa mudança algorítmica endereça 84% deles, o que é uma forte confirmação independente dos benefícios ao usuário.
Portanto, estamos muito animados com esta nova melhoria em nosso sistema de classificação, porque acreditamos que é um grande passo na direção correta de ajudar as pessoas a encontrar cada vez mais  qualidade em nossos resultados. Estamos analisando estas questões por mais de um ano, e trabalhando nessa alteração específica nos últimos meses. E estamos trabalhando em muitas outras atualizações que acreditamos que irão melhorar substancialmente a qualidade das páginas em nossos resultados.
De início, estamos lançando essa mudança apenas nos Estados Unidos. Pretendemos implementá-la gradativamente em outros países. Vamos mantê-los informados à medida que implementamos esta e outras mudanças, e, como sempre, por favor, continue fornecendo seu feedback sobre a qualidade dos nossos resultados, porque realmente nos ajuda a melhorar a busca no Google.”

TVs conectadas à web atingem 17% do mercado e saem na frente das 3D

TVs conectadas à web atingem 17% do mercado e saem na frente das 3D

Televisões tridimensionais alcançaram apenas 4% do mercado no Brasil. Aparelhos com LED estão se aproximando das LCD comuns em vendas.

01zteleivsaoOs consumidores brasileiros estão preferindo comprar TVs conectadas à internet àquelas com tecnologia 3D. Segundo estudo divulgado pela empresa GFK Retail and Technology, as chamadas "TV inteligentes" ou "smart TVs" representaram 17% do mercado entre janeiro e junho de 2011. As televisões 3D alcançaram apenas 4%.

Segundo Gisela Pougy, diretora da área de negócios da GFK Retail and Technology, metade do mercado de TVs no Japão já é conectado à internet. “Além disso, no Brasil, as TVs LCD com iluminação LED estão se aproximando das LCD comuns. Hoje, elas representam 33% das vendas”, diz Gisela.

A pesquisa também mostrou que o preço de uma TV 3D no Brasil (R$ 3.341) aumenta 96% em comparação com o modelo mais simples, uma TV HD (R$ 1.700).

No mercado geral de eletrônicos, a antiga televisão de tubo ainda representa 4% das vendas. “Acreditamos que a TV de tubo ainda será comercializada no Brasil por mais dois anos”, afirma Gisela. Já a TV de tela fina alcançou 71% de participação.

Nordeste
O Nordeste foi a região do Brasil que mais cresceu nas vendas de TVs inteligentes de 2010 para 2011, conforme o estudo da GFK Retail and Technology. De janeiro a junho de 2010, o Nordeste representou 1% de participação nas vendas de TV conectadas à internet no Brasil. No mesmo período de 2011, o número subiu para 4,8%.


 

“O Nordeste se tornou uma região com potencial enorme de consumo. Acredito que muito do crescimento vem do maior poder de compra da classe C”, disse Gisela.

O Nordeste também foi destaque na área dos desktops e câmeras digitais. Entre janeiro e junho de 2010, a região vendeu 12% de PCs e chegou a 17% no mesmo período de 2011. O aumento foi maior no mercado de câmeras digitais.

“O Nordeste representava 12% do mercado de câmeras digitais em 2009. Hoje, a região já representa 20%”, explica Alex Ivanov, diretor de negócios da GFK Retail and Technology. “A questão da classe C estar consumindo mais novas tecnologias tem feito essa região ser destaque em várias categorias”, diz Ivanov.

Site de Compra Coletiva cria oportunidades para empresários

Site de Compra Coletiva cria oportunidades para empresários

descontos-compras-coletivasO comércio varejista brasileiro está passando por um novo modelo de negócio. Os sites de descontos ou de compras coletivas podem ser uma oportunidade para os empresários venderem seus produtos ou serviços.

 

O diretor-executivo da Câmara-e.net – Câmara Brasileira do Comércio Eletrônico, Gerson Rolim, afirma que esta ferramenta tem incentivado pequenos e médios empreendedores a comercializarem pela internet. “Este modelo de negócio é uma integração do varejo offline com o on-line. Com esta ferramenta, empresários que nunca venderam pela internet estão tendo acesso a este canal, assim como tem trazido novos e-consumidores. Isto não pode ser considerado modismo”, explica. A mesma opinião é compartilhada pelo sócio do site Pecados da Capital, Michel Cunha, que acrescenta que a tendência é que estes sites de compras coletivas se aperfeiçoem cada vez mais.

Vantagens dos sites de descontos

 

Como vantagem em oferecer os produtos ou serviços com descontos que variam entre 50% e 90%, Cunha indica o baixo custo comparado com os investimentos em publicidade em veículos de comunicação. "O anúncio é feito de maneira gratuita. Os empresários repassam ao site uma porcentagem das vendas. Esta porcentagem pode chegar a até 50%”, diz. Outro beneficio indicado por ele é a possibilidade de apresentar seu negócio a novos consumidores e fidelizá-los. Rolim acrescenta ainda que o empreendedor pode ampliar seu atendimento e oferecer outros produtos que não estão nos cupons de descontos.

 
Cuidados com os sites de compras coletivas e suas promoções
 

Entre os cuidados apontados, os especialistas afirmam que o empresário tem de fazer um planejamento para evitar que o fluxo de consumidores e a demanda não sejam maiores do que o estabelecimento pode comportar quando fizerem uma promoção em sites de compras coletivas. Para não ter problemas, as empresas devem limitar os cupons de vendas. “A oferta deve ser bem definida”, declara Cunha. Além disso, Rolim alerta que os empresários fiquem atentos para que os descontos oferecidos não causem problema no fluxo de caixa.

 
Novas empresas
 

Em relação a este novo mercado, Câmara-e.net afirma que atualmente podem ser contabilizados 40 sites de descontos em todo o País. Rolim explica que cada dia surgem novas empresas deste segmento. Este setor se consolidará. É um modelo de negócio inteligente”, finaliza.

 

Fonte: Infomoney