Designer Zone - Brasil Designer Zone - Inglaterra 

 siga-nos  Faça parte do nosso Ciclo Google + Curta nossa pagina no Facebook Siga nosso perfil no Twitter Nos adicione no Linkedin 

Veja as primeiras impressões do Xoom, tablet da Motorola

Veja as primeiras impressões do Xoom, tablet da Motorola

Aparelho é considerado o primeiro grande concorrente do iPad.
Com tela de 10,1 polegadas, tablet roda o sistema 'Honeycomb'.

caixa-zoom-300A Motorola apresentou na terça-feira (12), seu primeiro tablet que chega ao mercado brasileiro, o Xoom. O G1 teve acesso ao aparelho com o sistema operacional Android 3.0 que estará disponível pelas três principais operadoras brasileiras nas próximas duas semanas a partir de R$ 1,9 mil (versão com Wi-Fi e 32 GB). A pré-venda do tablet começou na terça-feira.

Confira as primeiras impressões do tablet::

Design
O Xoom tem um desenho limpo, sem teclas na frente. Para ligar o aparelho, deve-se pressionar um botão na parte traseira próximo à câmera. Isso pode levar à pergunta: "onde liga?". Uma vez achado o botão, é dado o boot que apresenta o logo  da Motorola e a inscrição "Dual Core Technology", em menção ao processador de núcleo duplo de 1 GHz.

Botão de ligar fica na parte traseira no tablet Xoom, da Motorola (Foto: Gabriel dos Anjos/G1)

Interface
Após ligado, o usuário encontra uma tela que deve ser desbloqueada tocando num ícone de um cadeado. Uma vez feito isso, aparece outro cadeado para o qual deve-se arrastar um círculo para, então ter acesso ao sistema. Não há mensagem informando o que deve ser feito, o que pode deixar,mais uma vez, o usário meio sem saber o que fazer.

Em seguida, o menu inicial apresenta uma janela em forma de widget que pede para acessar uma conta do Gmail. Após essa configuração, o usuário tem acesso aos e-mails e fotos do serviço de álbum digital Picasa.

Um recurso interessante do teclado virtual é a tecla ".com" que adiciona o sufixo dos endereços da internet, bastante útil quando se preenche campos com e-mails ou URLs. Mantendo-o pressionado, abre opções para as variações ".gov", ".net" ".org" e ".edu".

 

xoom-tela-inicial-620

 

O recurso facilitador de digitação, Swype, não vem pré-instalado no Android 3.0. Quem está acostumado a usá-lo em smartphones nas versões anteriores do sistema do Google, certamente sentirá falta dele. Uma busca na Loja virtual Android Market para ver se existe um app que o adicione, retorna 61 resultados e nenhum tem a ver com o que se quer.

Peso
Com 730 g, o tablet da Motorola tem o mesmo peso da primeira versão do iPad da Apple com Wi-Fi e 3G e é cerca de 120g mais pesado que o iPad 2.

Multimídia
O Xoom possui saída HDMI para exibir filmes em HD (720p) numa TV e, diferente do iPad, tem suporte para sites com conteúdo em Adobe Flash. Com tela sensível ao toque de 10,1 polegadas, o tablet tem câmera de 5 megapixels para capturar vídeos em alta definição e webcam de 2 megapixels para videoconferências. O aparelho também possui conexão Wi-Fi e 3G.

 

unbox-moto-620

iPad será produzido no Brasil, confirma ministro

iPad será produzido no Brasil, confirma ministro

Anúncio aconteceu durante visita de Dilma Rousseff à China e na qual a Foxconn divulgou investimentos de US$ 12 bilhões no País

ipadOs indícios de que a Foxconn tinha iniciado estudos para montar uma nova linha de produção no Brasil, voltada à fabricação de iPads, foram confirmados. Nesta terça-feira (12/4), o ministro da Ciência e Tecnologia, Aloizio Mercadante, informou que os tablets da Apple começarão a ser produzidos no País até o final de novembro de 2011, segundo notícia da Reuters.

O anúncio foi feito durante a viagem da presidenta da República Dilma Rousseff à China e após um encontro com o presidente da Foxconn. Este último também divulgou que prepara investimentos de US$ 12 bilhões no Brasil, com o intuito de produzir telas para equipamentos como tablets e celulares.

Um dos atrativos à produção de tablets no mercado brasileiro é o incentivo fiscal proposto pelo MDIC (Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior). O órgão criou um projeto, ainda não aprovado, que prevê a inclusão desses equipamentos no PPB (Processo Produtivo Básico). Com isso, os equipamentos fabricados no País teriam uma redução significativa de impostos e ficariam até 31% mais baratos do que o importados, segundo análise do Ministério das Comunicações.

Bing ganha página de anúncios parecida com o Google Pages

Bing ganha página de anúncios parecida com o Google Pages

O Bing Bussiness Center traz mais recursos que o rival, dando ao usuário a possibilidade de postar cupons promocionais e outros

 

bingA Microsoft lançou, na última segunda-feira (11/04), o Bing Bussiness Center. O serviço de listagem permite que o usuário faça anúncios de sua empresa ou de seu micro-negócio, fornecendo os dados necessários para que eles apareçam nas pesquisas do Bing.

A função é semelhante à vista no Google Places, mas com o adicional de divulgar ofertas, horários disponíveis para atendimento e outros. Além disso, todas as infomações indexadas podem ser levadas diretamente para o Facebook.

O Bing Bussiness Center terá uma versão mobile em breve. Não se sabe quando a versão comum sairá da fase de testes

Google registra domínios relacionados a músicas e nuvens

Google registra domínios relacionados a músicas e nuvens

Por Nátaly Dauer

google_cloud-thumb-200x92-71853No começo desta semana, a Google registrou uma porção de domínios “.com” que podem ser ligados à músicas e a nuvens, como “GoogleBass.com”, “GoogleAlto.com”, “GoogleSoprano” e “GoogleTenor.com”, além de “GoogleNebula.com”, “GoogleThunder.com” e “GoogleLightning.com”.

Até agora, nenhum deles leva a um site, mas ao efetuar uma pesquisa no site de domínios WHOIS, descobre-se que todos esses foram registrado pela empresa na quarta-feira.

“Alto”, “bass” (“baixo”), “soprano” e “tenor” são tipos vocais humanos, explica o site TechCrunch, complementando que os termos “Lightning” (raio), “thunder” (trovão) e “nebula” (“nuvem”, em latim) são ligados a “nuvem”.

A especulação é de que os domínios estejam relacionados ao novo projeto da Google, o Google Music, um serviço de músicas baseado em nuvem, como explica o site Mobiledia, propondo uma boa competição com o novo Cloud Player, da Amazon e o iTunes.